Cuidados ao comprar um carro usado

Cuidados ao comprar um carro usado

Na hora de escolher um carro sempre bate a dúvida: comprar um novo que pode ser exatamente como pensou, tem garantias de fábrica e a chance de ter problemas com a manutenção é quase nula ou economizar e optar pelo carro usado? A segunda possibilidade geralmente é mais barata. Já que só de sair de uma concessionária, o valor do automóvel já desvaloriza um pouco. E se o que agrada mais é a economia, saiba que é possível fazer uma boa escolha comprando um carro usado.

Inclusive, você já deve ter ouvido falar em carro usado e seminovo. Para muitos as duas formas significam a mesma coisa, mas na verdade não é. As lojas de carros consideram um veículo seminovo o automóvel com até três anos de uso e 20 mil quilômetros rodados.  Acima disso, passa a ser usado. E esta diferença muda bastante o valor do carro.

Mas na hora de fechar o negócio, o comprador não pode levar em consideração apenas o valor que vai investir. Ver se o veículo está em bom estado é primordial para fazer uma boa escolha e a melhor dica neste caso é saber de quem está comprando. Por isso, procure uma loja ou concessionária de confiança. Mesmo cobrando preços um pouco maiores, você terá a segurança e a garantia por 90 dias sobre motor e câmbio.

Outra boa dica é para quem não entende muito de carros. Se este é o seu caso, peça ajuda a um mecânico de confiança para fazer  uma avaliação do estado geral do veículo ou se possível leve-o a uma empresa especializada, que realiza esse tipo de serviço. Essas empresas chegam a verificar mais de 150 itens do veículo, avaliando pintura, estruturas, motor, chassi, multas, roubo e furto e até quilometragem adulterada. No fim, o cliente recebe um certificado de procedência com diversas garantias.

Após encontrar o quatro rodas que te agrade, hora de pensar na documentação. É preciso fazer a comunicação de venda e transferência do veículo junto ao Detran. Quem vende o carro tem 30 dias para fazer isso.  Todos os débitos como licenciamento e impostos devem estar quitados. E hoje tudo pode ser feito pelo site do Detran do seu respectivo estado.

Depois de escolher o tipo de carro que você quer é hora de decidir a forma de pagamento e o Consórcio de Carros, mais uma vez aparece como uma das melhores formas para viabilizar sua compra.  O consórcio para veículos seja para um carro novo, seminovo ou usado, funciona como uma poupança. É quando um grupo de pessoas se reúne com o mesmo objetivo – a aquisição de um veículo. Todo mês, cada consorciado paga uma parcela da sua cota para autofinanciar o valor total do crédito do veículo. Este valor é estipulado no ato da contratação do plano.

No consórcio de carros assim como em qualquer outro as contemplações ocorrem por meio de sorteios ou lances mensais.

Através dos sorteios da Loteria Federal, identificam-se os consorciados ganhadores que receberão uma carta de crédito para comprar o carro que deseja.

Para quem tem condições de antecipar a contemplação, o lance é uma alternativa. Se o consorciado vai trocar de carro, é possível oferecer o valor do veículo antigo para ofertar o lance.

Não se esqueça: o consórcio de veículos é sempre um bom negócio. Uma forma de escapar das altas taxas de juros de um financiamento, que acabam elevando o valor das parcelas.