O que é fundo de reserva?

O que é fundo de reserva?

Fundo de reserva: você já deve ter ouvido falar sobre ele. Como o próprio nome diz, a reserva é um dinheiro separado para proteger os envolvidos num mesmo negócio caso aconteça algum imprevisto.

Não somente no universo dos consórcios, o fundo de reserva existe em condomínios, empresas e até para a produção de eventos. Entenda melhor o que esse conceito representa para o consorciado e para quê serve.

Afinal, o que é fundo de reserva no consórcio?

Trata-se de uma quantia paga mensalmente pelos consorciados para custear eventuais despejas que surjam durante o período de existência do grupo de consórcio. As condições do fundo de reserva devem estar previstas no contrato, e são embasadas na Lei do Sistema de Consórcio n° 11.795/08 e na circular 3432 do Banco Central.

Já imaginou, por exemplo, morar em um condomínio sem fundo de reserva e, de repente, acontece um vazamento de grandes proporções na garagem do prédio? Como resolver essa questão? Com o fundo de reserva, o dano seria mais facilmente resolvido, certo?

O mesmo serve para o consórcio. Pode parecer apenas “mais uma despesa” mas, essa cobrança deve ser vista pelo consorciado como uma garantia para o bom funcionamento do grupo, já que permitirá a continuidade das contemplações mesmo que ocorra um imprevisto.

Entenda melhor como se aplica.

Para quê serve?

São várias as aplicações desse fundo. Ele pode cobrir:

  • Insuficiência do fundo comum, que são os recursos destinados à aquisição de bens;
  • Despesas bancárias de responsabilidade exclusiva do grupo;
  • Despesas decorrentes de eventuais demandas judiciais e extrajudiciais.

Como funciona na prática?

O Fundo de Reserva faz parte da composição de custos das parcelas mensais do consórcio. Entenda pelo exemplo da Associação Brasileira de Administradora de Consórcios (ABAC);

  • Grupo de 60 meses
  • Valor do Crédito R$ 30 mil
  • Fundo de Reserva 2%

Então, 2% dividido por 60 meses, o total é de 0,0333% ao mês. Multiplicado pelo valor do crédito de R$ 30mil, o Fundo Reserva que o consorciado desse grupo pagará é de R$ 9,99 ao mês, acrescido no valor da parcela.

Devolução dos recursos

Se o valor não for utilizado até o final do grupo, ele será dividido entre os participantes após o encerramento contábil, e será devolvido proporcionalmente a todos os participantes que cumpriram com as cláusulas contratuais.

Depois que o grupo termina a administradora tem um período de até 60 dias para informar sobre o fundo de reserva, por meio de correspondência. O pagamento é creditado na conta corrente do consorciado.

 

Deu para perceber que o fundo de reserva é realmente necessário para o bom funcionamento do grupo, pois permite que a administradora contemple os integrantes mesmo em casos de adversidades.

Se você ainda tem dúvidas, confira no nosso site as perguntas mais frequentes sobre consórcio e acompanhe nossos artigos do blog! Estamos repletos de novidades!