Posso reativar minha cota cancelada? Como devo proceder?

Posso reativar minha cota cancelada? Como devo proceder?

Muita gente já sabe que o consórcio é uma opção de investimento sobre a qual não incidem juros, o que o torna super atrativo. Mas após aderir ao plano imprevistos podem acontecer e algumas pessoas deixam de pagar as mensalidades, ocasionando no cancelamento da cota.

É importante entender que ao adquirir uma cota você passa a fazer parte de um grupo que compartilha e que está comprometido com os mesmos sonhos. Por isso, quando o consorciado tiver alguma dificuldade para manter os pagamentos das parcelas mensais é importante que entre em contato com a administradora e busque uma solução que permita a sua permanência no consórcio e a manutenção da saúde financeira do grupo. Uma boa solução é a migração para uma cota de crédito menor, o que é possível desde que haja disponibilidade de créditos no mesmo grupo.

O que acontece então com esta cota cancelada?

Esta cota cancelada passará a participar automaticamente de um sorteio específico para cotas canceladas.

E se a cota cancelada for contemplada?

O consorciado terá duas opções:

  • Receber o valor pago para o fundo comum do grupo, até o momento do cancelamento da cota, sendo que este valor é calculado sobre o valor vigente do bem no momento do sorteio da cota cancelada.

Não são devolvidas as contribuições relativas as taxas de administração, fundo de reserva e seguro, se houver, pois tem destinação especificas, conforme Lei 11795, de 2.008. Do valor a ser devolvido ao consorciado haverá também o desconto de multa penal rescisória, conforme previsto no contrato de adesão.

  • Reativar a cota do grupo a que pertence e desde que também haja vaga neste grupo.

As parcelas em atraso poderão ser pagas à vista, quando da reativação da cota, ou ser rateadas no prazo da nova cota.

Na reativação da cota, o consorciado poderá ainda optar pela troca de bem, tanto para maior quanto para menor valor, de acordo com os valores dos créditos disponíveis no grupo e, consequentemente, o valor da parcela será alterado.

E se a cota cancelada não for contemplada no sorteio para cotas canceladas?

O valor da restituição será disponibilizado quando do encerramento do grupo. A restituição não pode ser efetuada no momento do cancelamento para não prejudicar os outros consorciados do grupo, afinal é com o valor das parcelas mensais que realizadas as contemplações mensais (sorteio / lance).

De qualquer forma é sempre importante analisar o contrato entre a administradora e o consorciado e verificar quais são as regras para cotas canceladas contempladas.

E o que é possível fazer para evitar o cancelamento da cota?

Sabemos que existem situações em que realmente o consorciado não tem condições de continuar pagando as parcelas mensais do seu consórcio. Neste caso existem algumas saídas que devem ser consideradas:

1ª opção – Reduzir o valor do crédito

É uma solução interessante para quem quer continuar investindo no consórcio, mas precisa ter uma redução no valor mensal das parcelas. Ao ser contemplado este consorciado também receberá uma carta de crédito de valor menor, proporcional a redução efetuada.

Este é um processo simples e que pode ser efetuado sem burocracia pela própria administradora do consórcio, desde que exista, no próprio grupo, disponibilidade de cotas de menor valor.

2ª opção – Optar pela transferência de cotas

O consorciado deverá comunicar oficialmente à administradora que deseja efetuar a transferência para um terceiro. Neste caso, encontrar a pessoa que assumirá a propriedade da cota é de responsabilidade do consorciado.

O consorciado não deverá cancelar a cota para transferir, essa opção é para evitar o cancelamento, portanto será transferida a cota ativa.

 

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre cancelamento de cota? Faça uma simulação no nosso site e veja as opções de crédito disponíveis para que você também conquiste seu sonho conosco. www.primorossi.com.br